19 de mai de 2015

ERVAS CURATIVAS: ÁRVORE GARIROBEIRA


Árvore Brasileira: A Gabirobeira

Árvore brasileira de nome científico Campomanesia pubescens, a gabirobeira é nativa do Brasil e de outras regiões da América do Sul que tenham cerrado. Há várias sinonímias suas, entre elas podem ser citadas as Abbevillea widgreniana, Britoa eriantha, Campomanesia affinis, C. apiculata, C. australis, C. bracteolata, C. campestris, C. corymbosa, C. cuneata, C. dimorpha, C. discolor, C. diversifolia, C. eriantha, C. erosa, C. fusca, C. gomesiana, C. hassleri, C. heterophylla, C. houlletii. A gabirobeira é mais conhecida no país por seus nomes populares: Gabiroba, Guabiroba – felpuda, Guabiroba, Guabirova, Guavirova, Gavirova, Araçá – congonha, Guavira, Gabirobeira, Guabiram e Guabirababa.

Pertencente à família das Myrtaceaes, é classificada como árvore, arbusto, árvore frutífera e árvore ornamental. Desenvolve – se bem em climas equatorial, tropical, subtropical semiárido, temperado. A gabirobeira pode ser encontrada em outros países que além do Brasil, na Argentina e no Uruguai elas costumam ser bem frequentes.

O tronco da gabirobeira é curto e tortuoso. Já a sua copa é bastante ramificada, contendo ramos cilíndricos e pubescentes. Suas folhas são opostas, lanceoladas, obovadas, coriáceas, simples, verdes e pubescentes. A floração da gabirobeira acontece sempre na primavera. Com despontar de flores grandes axilares, todas hermafroditas, pentâmeras e brancas, com um denso tufo de estames longos no centro. Quanto aos frutos, eles aparecem sempre no verão, possuem bagas muito parecidas com as goiabas,  mas apresentam coloração amarelada, verde, de cálice persistente, polpa doce e frágil, além de uma casca muito fina.
 
A gabiroba pode ser uma ótima opção para jardins sustentáveis, uma vez que é árvore frutífera, acaba atraindo fauna silvestre, Mas não é somente isto. A gabirobeira possui floração  exuberante e é uma das árvores que ,melhor resiste aos longos períodos de estiagem – é árvore nativa do cerrado.
 É uma árvore que também apresenta alto poder medicinal. É indicada no tratamento de várias doenças, tais como colesterol alto, aterosclerose, hipertensão, diarreia, dores musculares e até mesmo no combate à obesidade.
 Pode ser utilizada como exemplar único ou em grupos. Pode ser usada para a formação de renques, ou conjuntos mistos, isto em canteiros adubados e drenados. Não cresce muito, também não requer grandes cuidados, apenas as podas de formação em seu período de desenvolvimento primário. É possível plantar a gabirobeira em vasos, desde que sejam grandes e que tenham uma terra bem apropriada.

A gabirobeira é planta que precisa ser cultiva em solo fértil, sob sol pleno, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado nos dois primeiros anos após o plantio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário